Uma Rosa Seca


Rosa Seca

   Uma rosa seca, foi tudo o que restou, suas pétalas, antes tão vermelhas e vibrantes, agora caem roxas e amargas, não perdeste seu encanto, agora mais sóbrias, mórbidas talvez, guardam meus longos dias. 
   Uma única rosa, que as paginas de um livro mantiveram quase que intacta através do tempo, tem em si o segredo de uma historia mais bela. Ainda lembro, o dia que chegaste até minha mãos, recordo me bem do sorriso que lhe ofereci em resposta, talvez o mais sincero de toda uma vida. Não foi a rosa, mas seu significado que me conquistou, pois mais que a rosa, foi teu gesto, mais que o momento, a lembrança. 
   Estranhamente, são as coisas mais simples que me encantam, esta rosa, um olhar, um sorriso espontâneo, a essas coisas não ouso resistir, me entrego, pois são esses detalhes que quebram o gelo, que atravessam a alma, prendendo-se a memoria, tornando-se válvula de escape para os dias ruins. 

Tayná Bravin

Nenhum comentário:

Postar um comentário